Estudantes apresentam projetos em feira de ciências

dia sábado, 20 de outubro de 2012
181_projetos_de_todo_o_Estado_foram_apresentados_na_FeiraCom o objetivo de despertar a curiosidade científica nos alunos do Ensino Médio das escolas públicas, foi realizada a II Feira de Ciências do Semiárido Potiguar. Foram apresentados 181 projetos de 63 municípios e 99 escolas ligadas a 8ª, 11ª, 12ª, 13ª, 14ª e 15ª Diretorias Regionais de Educação, Cultura e Esportes (Direds), que têm suas sedes, respectivamente, em Angicos, Assú, Mossoró, Apodi, Umarizal e Pau dos Ferros. A segunda edição do evento foi realizada no Centro de Exposições e Eventos (Expocenter).

A II Feira faz parte do projeto Ciência para Todos, desenvolvido pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) e Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC). De acordo com Felipe Ribeiro, coordenador do evento, os alunos precisavam apresentar trabalhos desenvolvidos através do método científico, através da identificação de um problema, levantamento de uma hipótese, a experiência e a conclusão para resolução do problema.

"Os alunos podiam escolher qualquer área do conhecimento para apresentação dos seus trabalhos. O objetivo principal era desenvolver nesses estudantes a curiosidade científica", afirma o coordenador.

Jéssica Milena e Aleksandro Rafael cursam o 1º ano na Escola Estadual 1º de Agosto, que fica em Umarizal. Eles participaram da feira com o projeto "Gravitação Universal: Newton e o peso dos corpos", que tinha como objetivo comprovar que a aceleração gravitacional não é a mesma em todos os pontos da terra. "Como resultado, obtivemos que a aceleração varia de acordo com a latitude e a altitude", explica Jéssica.

Aleksandro se mostra satisfeito com o projeto. "Tem sido muito gratificante. Esse é o nosso primeiro projeto de iniciação científica e já obtivemos o segundo lugar na Feira Regional da 14ª Dired, que tem sua sede em Umarizal. Então isso, é muito bom", comenta o estudante.

O orientador dos alunos foi o professor José Everton. "Nós viajamos para Martins, para fazer as medições e comprovar a hipótese. Então, a experiência se deu na serra e em Umarizal. Claro que esses experimentos deveriam ser feitos em laboratórios para números mais exatos, mas a intenção vale muito para os alunos", explica o professor.

O biólogo e pesquisador Djair Sousa era um dos membros da Comissão Avaliadora e se mostrou satisfeito com os projetos. "O nível dos trabalhos está muito bom. Os estudantes souberam trabalhar bem com o método científico. O evento é uma oportunidade para eles exercitarem o que vêm aprendendo em sala de aula.

Os melhores projetos serão premiados com bolsas de estudo, medalhas e inscrições para participar da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que será realizada em São Paulo, em março de 2013, e do Fórum de Jovens Cientistas, que ocorrerá em Londres, também em 2013.
Fonte: Jornal O Mossoroense
Nota do Upanema News: estudantes do colégio Calazans Freire, de Upanema, também participaram do evento.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Rodolfo Emanuel 10/21/2012 12:14 PM

Silva, Eu participei da feira com Aline e Anderson, no Abel coelho eram 56 projetos , ficamos em 4° lugar! e na Ufersa II FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS PARA TODOS NO SEMIÁRIDO POTIGUAR, fomos o melhor projeto na areá de física ganhando assim medalhas !!