BENEDITO HOLANDA: O VALOR DE UM POLÍTICO HONESTO

dia quinta-feira, 20 de agosto de 2015
         O professor Upanemense Benedito Holanda nos escreve informando que irá comemorar seu aniversário natalício de maneira diferente, através de nosso blog ele irá escrever 40 textos sobre diversos assuntos, entre eles a nossa querida Upanema. Segue abaixo o primeiro texto:

    O Brasil é um país republicano desde o ano de 1889. Mas muitos anos antes, nos primórdios da sua formação histórica, o Brasil foi fruto de acordos políticos entre reis; o povo ficou muito longe de ter uma participação ativa, importante na construção de um país de cunho democrático. Tudo foi arquitetado por quem detinha os poderes econômico e político. Apenas foi usado como massa de manobra de grupos políticos que buscavam estar ou permanecer no poder. 

    Os políticos no Brasil, em sua maioria, sempre veem os seus interesses pessoais em detrimento dos anseios daqueles que de maneira democrática os colocaram no poder. Logo após as eleições, tornam-se odiados e indesejáveis pela maioria de seus fiéis eleitores. 

    Na esfera municipal, os vereadores são os representantes mais próximos da comunidade. O trabalho que eles podem realizar é de fundamental importância para o desenvolvimento do município. É imprescindível conhecer o município em sua totalidade territorial e humana. Não se pode realizar um trabalho louvável se o mesmo não tem conhecimento sobre a população residente e que se comporta da seguinte maneira: uma única vez visita o eleitor a cada quatro (04) anos. Tudo deixa evidente que o compromisso que o parlamentar tem é apenas com ele próprio e com os seus apoiadores mais próximos.

    Não é admissível para os eleitores ver vereadores tendo toda a concordância com o prefeito. Não é com voto de prefeito que os mesmos se elegem. É algo imprescindível na decência política de qualquer político ter a permanente confiança de seus eleitores. É interessante que os mesmos tenham a capacidade de discernir o que é mais conveniente e buscar realizar um trabalho baseado na proposição de projetos que possibilitem o bem-estar comum de todos e a construção de atitudes que venham a mudar o povo quando se diz respeito à escolha de seus representantes.

    Nada é diferente na esfera legislativa estadual, os mesmos políticos que quando estão em campanha eleitoral se apresentam com as melhores intenções. Diga-se, apenas intenções. Fica difícil a conquista do voto do eleitorado se não for pela via da compra de voto mediante o oferecimento de bens ou privilégios. É quase ausente a proposição de projetos que possam beneficiar a grande maioria da população. São prontos a seguir os ditames do executivo e aprovam quase sempre projetos que trazem enormes prejuízos a comunidade em geral. Ser representante do povo agindo dessa maneira é envergonhar a todos que acreditam e os fazem nossos representantes. 

    No legislativo federal não vemos muitos representantes que verdadeiramente são a voz do cidadão brasileiro. O que vemos mais no Congresso Nacional são acordos partidários que sempre possibilita ao governo federal ou ao próprio Congresso por em prática projetos e leis que só conseguem trazer prejuízos ao bem estar de cada brasileiro. 

    Entende-se que ser político no Brasil é um negócio rentável. Salários maiores do que qualquer trabalhador; pouco resultado positivo pra tão grandes salários. Todos os privilégios que nossos supostos representantes recebem são advindos dos impostos pagos. Todos os anos trabalhadores não tem seus salários reajustados como deveriam. Os membros do legislativo das três esferas de poder sozinhos elaboraram leis em caráter de extrema urgência para reajustar seus gordos salários.  Tudo isso se resume num descontentamento  popular generalizado. Em resumo, tudo isso  é uma VERGONHA. A MAIORIA DOS POLÍTICOS DO BRASIL É A MAIS PERFEITA DECEPÇÃO DE CADA CIDADÃO BRASILEIRO!

    Como faz falta a existência de políticos honestos no Brasil. A mudança verdadeira de uma nação, estado ou município passa por políticos compromissados com a promoção do bem estar de cada cidadão que lhe outorgou o poder. No nosso país vemos que nada funciona porque falta nos políticos a capacidade de dar prioridade ao que é essencial para a população. Na vida, tudo pra funcionar tem que ser visto como prioritário. A cada eleição renova-se a chance de se eleger representantes mais compromissados com os anseios populares. Essa é a chance que cada eleitor tem pra dar um basta neste tipo de político. Basta de escolhermos pessoas que nada tem a ver com nossos anseios. Nas nossas mãos está a verdadeira mudança.
Comentários
0 Comentários

0 comentários: