LEVARAM O DINHEIRO DA BR-110

dia quinta-feira, 13 de setembro de 2007
Eu tinha apenas dez anos. Era uma seca de lascar, a de 1958. Penso que João Maia era muito novo e não se lembra! Homens, mulheres e crianças, picaretas, pás, enxadas nas mãos, carrinhos, transportando barro, centenas de quilômetros de estradas construídos a custa de suor e muito sacrifício. O pagamento: feijão preto “padim”, arroz, farinha, carne de jabá e alguns cruzeiros. Tudo, em meio a grande corrupção patrocinada pelos políticos da época...
Daquele trabalho titânico dos nossos cassacos concretizou-se o sonho secular da Estrada do Sal, que ligaria Mossoró, passando por Upanema, Campo Grande, Janduis, Messias Targino, Patu, estendendo-se à Paraíba e ao Ceará. Era a BR-110. Pois bem, o sertanejo da seca de 58 construiu a estrada de barro. Depois, viria o asfalto...

Um longo sonho de uma gente, uma realização de milhares de sertanejos de mãos calejadas... Depois promessas e mais promessas de deputados, senadores, governadores e ministros. “No próximo ano, vamos colocar dinheiro para asfaltar o trecho Mossoró-Upanema”, prometiam a cada elaboração do Orçamento Nacional.

Há cerca de 3 meses, a Deputada Fátima Bezerra, Caramuru Paiva, do Projeto Dom Hélder, o Prefeito de Florânia, Flávio José, e eu estivemos, em Brasília, em audiência com o ministro dos transportes, que nos garantiu que, em dezembro próximo, estaria lançando o edital de licitação para o inicio da construção do asfalto do trecho Mossoró-Campo Grande, de suma importância para o desenvolvimento econômico da região Oeste, hoje a de maior potencial de crescimento do Rio Grande do Norte. É uma verba de R$ 8 milhões, suficiente para o inicio da obra.

Por trás, vem o deputado João Maia, do mesmo partido do ministro, dobra a maioria da bancada de deputados, com exceção de Sandra Rosado e Betinho, tira o dinheiro da Estrada do Sal, sob o pretexto de aplicá-lo em BRs no Seridó. Meu Deus do Céu, João Maia! Em comparação com as estradas do Oeste, as BRs do Seridó estão uma pista de Fórmula UM...

Quero lembrar a João Maia que homens e mulheres oestanos estão levando muito a sério o trabalho de um desenvolvimento sustentável da nossa Região, pois ali temos tudo para alavancar a nossa era de prosperidade. Temos recursos naturais, pessoas qualificadas e muitos políticos sérios com senso de responsabilidade, que não aceitam, calados, as investidas dos carreiristas da sub-política.

FONTE: Blog de Salomão Gurgel ( Prefeito de Janduís)

Comentários
0 Comentários

0 comentários: