.

.
 

Postagem em destaque

MORADORES DENUNCIAM LIXO EM SUAS RUAS

::lixo          Os moradores da Rua Capitão José Gomes de Souza Bastos não conseguem dormir e nem conversar nas calçadas de suas casas de...

VEREADORES DA SITUAÇÃO APROVAM MAIS UMA ABERRAÇÃO

dia quinta-feira, 12 de maio de 2016
Como previsto, ontem os vereadores aliados do prefeito deram carta branca para o prefeito doar um terreno do município para o Centro Social Luiz Cândido Bezerra, que é ligado politicamente ao mesmo. Por 5 votos a 4, os vereadores aliados deram uma espécie de cheque em branco, como se diz no jargão popular. Aprovaram um projeto que não tem argumentos, explicações e informações que justifiquem a doação. Em um artigo de três linhas, o prefeito diz algo vago e subjetivo sobre a que se destina o terreno. Não dar detalhes, não coloca dados, apenas diz que é para construir casas para o Minha casa, minha vida, através da associação descrita, mas não diz o motivo dela ter sido a escolhida. Aliás, quem escolheu deve ter sido ele, pois no projeto não diz nada, então podemos imaginar tudo.

Na sessão de ontem, que foi em regime de urgência - só não se sabe que urgência é essa, pois também não tem dizendo na minuta do projeto. Os vereadores aliados tentaram fazer o tradicional discurso de jogar a população contra os vereadores da oposição. “Os senhores são contra a construção de casas para quem precisa. Os senhores já têm casa, então não pensam no lado de quem precisa”, lorota um. Outro dizia: pense nos empregos que esse projeto vai gerar...

Ok senhores vereadores da situação. O discurso de vocês convence uma criança de três anos, talvez. A mim não. Os senhores têm que analisar e votar o projeto diante do que ele apresenta, não é pensar no que ele vai gerar. Agora sinceramente, desconfio da capacidade e da seriedade dos senhores para análise de um projeto como esse. A verdade é que quando o projeto vem do executivo, os senhores aprovam do jeito q vem. Foi assim com a taxa de iluminação, foi assim com a doação da ambulância dessa mesma associação, foi assim com a taxa da agricultura e será assim sempre que o prefeito mandar um projeto.

A verdade é que os vereadores que se expressaram em defesa do projeto foram: Carlinho (presidente), Ferrari e Ibinha. Monthalgan e Carlinho Garcia não usaram da palavra, mas votaram. Os aliados, na base da conversa, de ouvi falar, o prefeito me disse que seria assim, assado, defenderam o projeto. Agora me diga uma coisa meus nobres, se é assim do jeito que os senhores dizem, por qual motivo o excelentíssimo não colocou essas informações no papel, não chamou os interessados para discutir, não revelou quais os critérios para contemplação dos interessados, não explicou porque tem que ser a referida associação e principalmente a urgência do referido projeto? De boca não vale.

O vereador Valério Augusto disse que a doação de um terreno público se justifica quando é para pessoas carentes, ou seja, que não tem condições de pagar uma prestação. Aí, o presidente Carlinhos solta essa: nós vamos fazer trinta agora, depois faz mais trinta, depois mais trinta... O vereador Valério, usando do seu sarcasmo disparou: senhor presidente, o senhor está delirando? Kkkkk. Essa foi demás.

O vereador Aisamaque Dályton questionou a falta de representantes do Centro Social para defender e explicar como funcionará todo processo. “Isso é ridículo. A principal interessada é a Associação e não apareceu ninguém aqui para explicar essa situação. isso só mostra o quanto esse projeto é nebuloso. Como podemos aprovar algo que não tem nem que defenda e explique?”, questionou o vereador.

Mesmo diante desse quadro sombrio, os vereadores aliados aprovaram sem pestanejar. Agora, os vereadores da oposição vão ao Ministério Público para contestar a legalidade do projeto, diante de tanta falta de argumentos e explicações.

Queríamos diante mão parabenizar os vereadores Aisamaque, Valério, Canindé e Gineton pelo posicionamento em defesa da transparência. 

Apesar da população, com razão, criticar esse comportamento de lagartixa, ou seja, só balançando a cabeça dizendo sim para o prefeito. Queria aqui deixar claro que quem merece maior repúdio é o próprio prefeito. É ele que envia esse tipo de projeto, é ele que sabe as peças que tem na Câmara e ele quem faz questão de não dar transparência a esses atos. Um dia, esse mesmo prefeito dirá que a culpa é da Câmara que aprovou. É sua também senhor prefeito. 
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

É MUITO TRISTE UMA SITUAÇÃO DESSA, ESSE VEREADORES NÃO SABEM DE NADA E O QUE SABE JÁ TA COM O SEU INTERESSE RESOLVIDO. É TRISTE