SAÚDE DE UPANEMA PEDE SOCORRO: ENTENDA OS MOTIVOS DA PÉSSIMA AVALIAÇÃO DO PREFEITO DE UPANEMA

dia quinta-feira, 29 de outubro de 2015
http://goias24horas.com.br/wp-content/uploads/2013/08/caos-na-saude-620x450.jpgApós a baixa aprovação da administração municipal em pesquisa anunciada pelo Instituto Agora Sei, vamos tentar ajudar o prefeito de Upanema mostrando, através de nossa avaliação, o que ele está fazendo de errado e, se ele quiser, consertar os problemas.
Pra começar, no dia de hoje, vamos falar sobre o principal problema enfrentado pela população, e que certamente apareceu na pesquisa que o prefeito tem em mãos. Trata-se da Saúde, problema que vem afligindo nossa população desde os primeiros dias de governo.
Faltam médicos, medicamentos, ambulâncias sucateadas, servidores insatisfeitos, inclusive com redução de vencimentos dos enfermeiros etc.
Vamos enfatizar ainda alguns casos mais ressentes, deste mês, que ainda não tínhamos publicado.
As filas nesse governo tem se tornado uma realidade. Fatos tristes que a muitos anos não existia em Upanema voltaram a ocorrer, como as filas para pegar uma simples ficha para ser consultado. Uma popular nos procurou e contou a seguinte história: Tem um ESF aqui na rua que só tem médicos uma vez por semana e por esse motivo a população tem que ir para filas pela madrugada, alguns chegando às 2h da manhã. Certo dia ela foi as 5h da manhã e já tinha 30 pessoas para ser atendida e ela ficou sem atendimento médico.
Como se não bastasse, um fato grave é que algumas pessoas estão vendendo o lugar na fila, ou seja, elas chegam muito cedo para marcar um lugar e posteriormente vender a algum interessado. Absurdo que desde a década de 90 não se ouvia falar em Upanema.
Outro popular informou que também para ser atendido pelos dentistas o sofrimento é idêntico. Certo dia ela teve que dar 3 viagens para conseguir uma ficha!
“A pessoa morar perto do posto de saúde e ter que passar por isso, é uma vergonha”, declarou uma popular.
Problemas de transporte são vários, em especial da zona rural como a comunidade de Palheiros, por exemplo, em matéria postada no blog já hoje. Mais recentemente, fomos informados que uma grávida precisou ir embora para o sítio e foi negado o veículo com a desculpa que nenhum estava disponível, o que, segundo ela testemunhou, não era verdade.
Vamos encerrar com coisas mais simples! Até mesmo os copos descartáveis foram cortados da Unidade Mista de Saúde. Segundo fomos informados por um funcionário, eles agora têm que guardar seu copo plástico para tomar água e não gastar copos descartáveis.
Como o senhor quer ter aprovação popular se nem o básico, o mínimo, o senhor esta dando assistência na saúde prefeito? Já passou a muito da hora de resolver esses problemas!

Temos outras denúncias aqui sobre a saúde que vamos guardar para uma próxima oportunidade! Importante destacar, para que a população reflita, que nós não fomos atrás dessas história! O povo que não aguenta mais cansou de sofrer e está criando coragem de denunciar!
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

E ainda dizem que regular é uma boa avaliação. Não é. Quando se regular, lê-se mediano . É uma avaliação perigosa, como quem quer dizer mais ou menos. A pesquisa foi totalmente mal interpretada. Tão se enganando com os próprios números. Situação ruim essa avaliação.