O TEMPO ESTÁ PASSANDO

dia quarta-feira, 15 de julho de 2015
>> Fonte: Blog do Anax
Já passamos da metade do terceiro ano de mandato do prefeito Luiz Jairo. O tempo passa rápido não é? Pelo menos esse é o sentimento que temos. Sei que talvez alguém tenha pensamento contrário, pois o sentimento do passar do tempo varia de pessoa para pessoa em virtude de várias variáveis que não cabe a nós discutir agora.

Que passe rápido ou não, o certo é que a contagem do tempo é a mesmo. Ou seja, resta apenas um ano e meio para o fim do governo Luiz Jairo. Aí, vai aqui algumas perguntas:
·           
      1-Diante das ações desse governo nesses dois anos e meio, Upanema melhorou?
     2- No que avançamos de verdade?
    3-Saúde, agricultura, social, educação, geração de emprego e melhoria da renda dos cidadãos teve avanço, regrediu ou praticamente não sentimos diferença?
     4-Essa administração está fazendo o que você esperava, ou você esperava mais?
     5-Ao longo desse tempo, o prefeito se mostrou preparado ou um pau mandado?
     6-O prefeito se mostrou capaz de adquirir recursos junto a seus aliados ou o seu voto nos deputados dele foi perdido?
     7-A mudança foi pra pior ou pra melhor?

Essas perguntas entram como facas que rasgam os olhos e penetram na mente de muita gente. Muitos que votaram e acreditaram num sonho. Outros, que votaram por protesto. De toda forma, queria dizer pra essas pessoas que não é vergonha reconhecer que algumas dessas perguntas têm respostas óbvias. Respostas que há muito tempo estão na cara. Perguntas que em virtude do tempo, mostram que não dá mais tempo de reverter a situação em que se encontra o município.

O tempo está mostrando que chegou o tempo de reconhecer que vocês não erraram. Quem errou foi quem foi eleito. Afinal, por motivos diversos, vocês acreditaram e acreditar que poderíamos ter uma mudança para melhor é parte integrante da vida de todo ser humano.

Não dá mais pra ficar jogando culpa na oposição pelo fracasso da atual gestão. Afinal, a oposição ativa, cabe numa Kombi. Quando digo ativa, são as pessoas que levantam a bandeira, que vão ao fronte, que não se acovardam , que não se escondem e representam o sentimento de mais de quatro mil eleitores que não acreditaram que o atual prefeito fosse o quadro que pintaram na campanha. São os blogs, são os vereadores e meia dúzia de lideranças. O prefeito contra-ataca com uma maioria na Câmara que aprova o que ele quer. Usa os meios de comunicação de massa (usa pessimamente, mas usa). Um sindicato que age de forma contrária ao que normalmente ocorria em outras gestões. Usa a máquina para atrair novos seguidores e utiliza a estrutura da prefeitura para evidenciar o seu projeto (se é que existe). Portanto, não tem como convencer ninguém que a oposição atrapalha essa gestão. A oposição é uma mãe perto do que foi feito no tempo de Jorge e Maristela.

O atual governo se perdeu sozinho. Não é culpa da crise. Senão, vejamos: Upanema teve o ISS da Delta, os empregos gerados no período inicial do governo atual, além de um ano inteiro de FPM 1.0. Me digam se deu pra sentir alguma diferença na vida ou na estrutura do município nesse período? Que eu me lembre, deu pra notar que naquele período de vacas gordas, tinha algumas pessoas que não saiam de Upanema. Hoje, com a seca, praticamente não se vê mais esse povo por aqui.

Por falar em vacas... Ontem, no principal monumento construído por essa administração, o marco dos sessenta anos de Upanema, em plena Avenida 16 de setembro, tínhamos essas vaquinhas pastando ou aparando a grama do canteiro central. Se fosse ma época do Natal, eu ia sugerir que cercassem de arame farpado e deixasse as bichinhas como cenário vivo de um presépio. Mas, como é esculhambação, bagunça e descaso, em vez de presépio é presepada mesmo.

Felizmente o prefeito teve o tempo, teve o apoio, teve a chance, mas seu tempo está acabando e não vai deixar saudade.
Comentários
0 Comentários

0 comentários: